Projetos de Humanização

A Flor da Pele.

Em meados de 2007 depois de escutar muitas queixas de uma coceira insistente que de uma forma geral perturbava os pacientes em hemodiálise (sintoma decorrente da própria doença renal) e é depois de discutir com a equipe e concluir que para além da coceira propriamente dita existia a queixa que solicitava atenção e assistência material (conjunto de demandas comuns aos pacientes deste setor). Unindo forças foi que conseguimos em um contato coma dermatologista Cristina Abrita que a mesma nos doasse uma fórmula que fosse de acordo com as necessidades dermatológicas de nossos pacientes, pois a demanda de atenção já havia sido atendida, a partir do momento que os mesmos se sentiram ouvidos e convidados a participar do projeto. Para concluir e fazer funcionar tal projeto, contamos com a participação da Drogahemil manipulações que até hoje doa os cremes a todos os pacientes da hemodiálise que para lá são encaminhados. 

A iniciativa foi da psicóloga Juliana Bassoli e o esforço foi da equipe toda que no setor de hemodiálise busca trabalhar em conjunto para que possamos produzir resultados efetivos!

A iniciativa foi da psicóloga e o esforço foi da equipe toda que no setor de hemodiálise busca trabalhar em conjunto para que possamos produzir resultados efetivo



Em caso de dúvidas ligue
+55 32 3729-3700

Todo o conteúdo deste site é de uso exclusivo da CCM Hospital São Paulo. Proibida cópia ou utilização a qualquer título, sob as penas da lei.

Todos os direitos reservados ao Hospital São Paulo - Desenvolvido por

Desenvolvido por HPMAIS